Endoscopia Digestiva Alta

O que é a Endoscopia Digestiva Alta?


É um exame que permite ao médico analisar a mucosa da parte superior do trato gastrointestinal, que inclui o esôfago, o estômago e o duodeno. Para realizar o exame, é utilizado o endoscópio, um tubo fino e flexível que possui câmera e luz em uma das extremidades, e permite a visualização das imagens em um monitor.

É necessário um jejum absoluto de oito horas. Algumas situações específicas podem exigir maior ou menor tempo sem alimentos sólidos e líquidos.

O paciente faz o exame deitado sobre o seu lado esquerdo. É puncionada uma veia superficial, para administração de sedativos. Também é feita uma anestesia da garganta, com um líquido que será borrifado. É colocado um bocal, que permite a passagem do aparelho sem contato com os dentes do paciente. O médico insere o endoscópio lentamente através de sua boca, passando pelo esôfago, estômago e duodeno, sem interferir na respiração. Se encontrar alguma lesão ou alteração, o médico poderá coletar fragmentos do local (biópsias). O exame dura em média de 10 a 20 minutos.

O paciente ficará em observação até que passem os efeitos do sedativo. Normalmente o paciente não apresenta sintomas, mas em alguns casos pode sentir gases e um desconforto na garganta, que melhoram em algumas horas.

Devido à sedação, o paciente se mantém sonolento e com os reflexos prejudicados pelas próximas horas, ficando impossibilitado de retornar à sua residência sozinho. Por isso é importante a presença de um acompanhante maior de 18 anos para conduzi-lo até em casa e também receber orientações pós-procedimento, caso sejam necessárias.