Colonoscopia

O que é Colonoscopia


A colonoscopia é o exame que permite ao médico examinar o intestino grosso (cólon) e diagnosticar anormalidades, como úlceras, sangramentos, câncer colorretal e pólipos. Um aparelho longo e flexível, chamado colonoscópio, é introduzido no canal anal, e uma câmera em sua ponta transmite as imagens do interior do intestino para um monitor.

É preciso que o seu intestino esteja completamente limpo, portanto será prescrita uma dieta especial, sem resíduos e corantes, e também uma solução laxante, que vai concluir a limpeza total do cólon.

Seguir corretamente as instruções do preparo é extremamente importante para o sucesso do exame, já que a visão clara das paredes internas do órgão é imprescindível para a detecção de pólipos e demais anormalidades que possam estar presentes. Um preparo inadequado pode determinar a necessidade de remarcação do exame.

O procedimento é realizado sob sedação para que o paciente se sinta relaxado e confortável. Porém, seus reflexos e concentração são afetados, impossibilitando o paciente de trabalhar ou conduzir um veículo pelas próximas horas. Por isso é importante a presença de um acompanhante maior de 18 anos para conduzi-lo até em casa.

A maioria dos remédios pode ser continuada, mas alguns deles podem interferir no preparo ou no exame. Sendo assim, no momento do agendamento, informe todos os medicamentos em uso, inclusive qualquer tipo de alergia ou reação a medicamentos, sedativos e anestésicos.

É realizada sedação por um médico anestesiologista. O paciente é colocado de lado, e o médico endoscopista introduz o colonoscópio através do canal anal e o conduz lentamente por todo o intestino grosso. O procedimento dura em média 30 minutos, porém, após o término, o paciente pode permanecer em observação por cerca de duas horas. Por vezes ocorre leve desconforto abdominal após o exame, causado pelo ar insuflado pelo aparelho, geralmente de solução rápida, espontânea ou com medicamentos.

Se durante o exame for encontrada alguma alteração ou lesão que precise de uma avaliação mais detalhada, o médico irá realizar biópsias, ou seja, coletar pequenos fragmentos do local, que posteriormente serão analisados em laboratório. Em caso de pólipos, na grande maioria são ressecados durante o procedimento, e também enviados para análise no laboratório.